• Luli Neri Riccetto

A Fada Verde


Quem nunca teve curiosidades sobre o absinto levante a mão! Ninguém... Então, vamos lá!

Diz SANTOS (2007, p.171) que “O absinto tem uma curiosa vocação para provocar. Tudo nessa bebida é meio ilícito, instigante, perturbador, inquietante. E glamorizado. O próprio som da palavra “absinto” parece carregar algo proibido.”

Bem, o absinto é produzido a partir da planta de nome científico artemísia absinthium ou losna, sua versão popular. No Brasil, a losna é também conhecida como erva-do-fel, erva-dos-vermes ou erva-de-santa-margarida. No século XX, o absinto ganhou um novo nome: La Fee Verte, na França; The Green Fairy, em inglês ou A Fada Verde, em nosso idioma, por conta de sua cor que lembra antigas poções de bruxas e magias. Esse licor foi o escolhido de tantos artistas dos cafés parisienses da belle époque e inspirou personalidades como: Oscar Wilde, Toulouse-Lautrec, Paul Verlaine, Rimbaud, Baudelaire, Manet, Van Gogh e Picasso. Dessa forma, não é de se estranhar que essa bebida desperte tanta polêmica e se envolva de tantos enigmas.

O absinto já foi até proibido por muitos países por ser considerado uma bebida perigosa. Não se sabe ao certo o porquê, mas especula-se que tenham contribuído para isso o alto teor alcoólico (que chegava a 72%) e as propriedades alucinógenas do thujone (substância presente na losna, que entrava em até 260mg por litro da bebida). É de deixar qualquer ser humano doido mesmo!!! Histórias como a de um homem que, em 1905, na Suíça, teria matado toda a família após dois dias bebendo absinto, são fatores que contribuem para todo o mistério.

No Brasil, o absinto voltou a ser liberado, porém, com algumas restrições: teor alcoólico máximo de 54% e apenas 35gm de thujone por litro de bebida.

Apesar de ser muito associado à França, pesquisas comprovam que o absinto foi criado na Suíça por um médico francês, chamado Pierre Ordinaire, em 1792. Além da losna, entram na fórmula do absinto outras plantas e ervas, como o anis e a erva-doce.

Os melhores Absintos do mundo são os tchecos das marcas Hill's e Van Gogh King Of Spirit, porém, são proibidos na maioria dos países pelo teor alcóolico muito alto (70%).

Encerremos essa pequena dose de curiosidades com uma frase dita por Drácula, no filme Drácula de Bram Stoker, de Francis Ford Coppola: “The green fairy who lives in the absinthe wants your soul!” (A fada verde que mora dentro do absinto quer sua alma!)

Espero que tenham gostado e até a próxima!

Você tem alguma dúvida? Tem curiosidade sobre uma bebida específica? Quer sugerir algum assunto para a coluna? Entre em contato direto comigo: profalulinr@gmail.com

Se quiser saber mais, leia o livro “Uma Dose de Conhecimento sobre Bebidas Alcoólicas”, da Editora Senac DF.

#LulieAlex #gastronomia #absinto #Gastronomia

0 visualização

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925