Respondendo Perguntas sobre Moedas Digitais

Moedas Digitais estão cada vez mais populares, mas o assunto ainda está longe de ser um consenso. Há pouca informação crível sobre o assunto e muita dúvida no ar, o resultado? Uma enorme assimetria de informação. Os economistas sabem que isso gera uma equação perfeita para pessoas mal-intencionadas e uma baita distorção na economia. Como professor, pesquisador, entusista e investidor, tenho recebido diversas perguntas sobre o assunto e ao longo dos últimos dois anos, nas minhas aulas, tenho desempenhando um papel quase de evangelizador na área de moedas digitais e de blockchain. Assim, pretendo realizar um serviço público aqui nos Argonautas. Nas próximas semanas, irei responder perguntas s

INVESTIMENTO É NECESSÁRIO E PODE SER MUITO BOM, MAS TAMBÉM PODE SER MUITO PERIGOSO.

É comum escutarmos economistas, empresários e políticos falando da importância do investimento para que o Brasil entre em uma trajetória de crescimento de longo prazo. Eles não estão errados, sem investimento dificilmente voltaremos a crescer. O investimento é importante por aumentar a quantidade de capital (máquinas, equipamentos e estruturas) na economia e por permitir que novas tecnologias se integrem no processo de produção por meio da aquisição de máquinas que trazem embutidas estas tecnologias. Tanto o aumento do capital quanto a introdução de novas tecnologias no processo produtivo tendem a aumentar a produtividade do trabalho e, portanto, levam ao crescimento de longo prazo. Tamanha

A Desigualdade Debatida por Laureados

A cada três anos os vencedores do Prêmio Nobel em economia são convidados a se reunir no ambiente tranquilo da ilha alemã de Lindau para para um encontro com uma seleção de jovens economistas brilhantes e discutir o estado da arte de sua profissão. Mas este ano, essa tranquilidade foi desafiada por acontecimentos políticos preocupantes em todo o mundo. Talvez inesperadamente, um dos temas centrais da reunião foi o que fazer com a desigualdade. Embora nem todos os laureados tenham chegado perto de Jean Tirole, o vencedor do Prêmio Nobel de 2014, que afirmou que a desigualdade econômica é uma forma de "falha no mercado" (veja o texto original), os efeitos políticos e sociais da desigualdade c

Encontro com a Realidade

Em “A Quarta Revolução” de John Mickethwait, editor-chefe da Bloomberg News e Adrian Wooldridge, The Economist, defendem que é necessário revolucionar o sistema político e traçam caminhos para melhorar o futuro da nossa sociedade. “O Estado está a ponto de mudar. Está no ar uma revolução, movida em parte pela necessidade que advém da escassez de recursos, pela lógica de uma renovada concorrência entre os Estados-nação e também pela oportunidade de fazer melhor as coisas. ” Dizem ainda; na maior parte do Ocidente, a desilusão com os governos tornou-se endémica. A maioria de nós resignou-se e considera que nada vai mudar. Para eles quase todos os grupos políticos querem agigantar o Estado. “A

Na Marca do Gol

Uma metáfora futebolística foi utilizada para exemplificar o papel do governo e das entidades na criação de condições favoráveis para a internacionalização de empresas brasileiras. Isto ocorreu neste mês durante uma das palestras do Seminário Internacional "Cultura, redes, conhecimentos e saberes: Experiências com a internacionalização de micro e pequenas empresas na América Latina, África e Ásia", realizada em Brasília. A metáfora remeteu à ideia do campo pronto, com linhas demarcadas, árbitros em campo, a bola na frente do gol, enfim, tudo está organizado, mas daí surge a questão: O que faz com que a bola entre para o Gol? O caminho para tentar encontrar respostas é compreender o cenário,

Jota Conta Tudo Sobre Desenvolvimento e Turismo Sustentável no Brasil

Fiquei muito contente com o convite recebido para escrever aqui no Agonautas. Sou do tempo que tínhamos de “discar” para os amigos quando queríamos falar pelo telefone. Faço parte das pessoas que assistem com admiração e espanto as mudanças tecnológicas e comportamentais que vem ocorrendo em toda a sociedade nas últimas décadas e luto para não ficar para trás. Parece não ter limites para a curva de aceleração das mudanças provocadas pelas inovações tecnológicas. Ainda mais espantosas são as consequências exponenciais de cada invenção compartilhada, atingindo toda a sociedade. Um determinado avanço, como por exemplo a invenção do telefone, acaba por impactar praticamente toda uma estrutura so

Está na Hora de Reagirmos aos Discursos de Ódio e Intolerância

A cena surreal ocorrida recentemente em Charlottesville, no Estado americano de Virgínia, que fica a apenas duas horas de Washington, na qual centenas de homens e mulheres carregando tochas, fazendo saudações nazistas e gritando palavras de ordem contra negros, imigrantes, homossexuais e judeus, demonstra definitivamente que tais pessoas que nutrem ódio, rancor, desprezo pelo próximo, perderam a timidez e resolveram “sair do esgoto” e defender suas causas, por mais indefensáveis que pareçam. O protesto foi descrito pelos participantes como um aquecimento para um evento maior. Os participantes do protesto carregavam bandeiras dos Confederados e gritavam palavras de ordem como: "Vocês não vão

Entre a Gerontocracia e a Falência: Um prospecto para a Democracia Brasileira

A reflexão acerca do que venha a ser uma democracia de fato, gira em torno de uma premissa fundamental: “democracia é um regime político onde o poder emana do povo, pelo povo e para o povo”. Sem a pretensão de incorrer em qualquer tipo de ação que vise plágio ou furto de propriedade intelectual alheia, passando por Lincoln, girando JFK ou até mesmo recorrendo ao bom e velho Dr. Ulysses Guimaraes - em sua fala emocionada quando da promulgação da Constituição de 1988 – o fato é que regimes democráticos no curso do tempo passam a ser vistos pelo senso comum e pela literatura especializada como sistemas nos quais, de um lado, há uma regra clara para a sucessão de poder entre os grupos de disputa

Cannabis: Regulamentação, negócio e desenvolvimento.

Para muitos, a discussão sobre a regulamentação da cannabis ou de outras substâncias parece temática distante e pouco impactante em suas próprias vidas. Para outros, a singela possibilidade de mudança na atual política é suficiente para gerar temor e um consequente bloqueio para discussões - que podem ser muito ricas - sobre quais as possíveis formas de lidarmos, como sociedade, com a questão das drogas. A cannabis, atualmente, é a planta proibida cujas restrições são visivelmente mais prejudiciais do que a própria substância. Esse fator, assim como a impossibilidade de morte decorrente de overdose de maconha e o significativo potencial terapêutico dela, tem resultado em questionamentos e mu

Sociedade Líquida e a Instabilidade

Como empreender em um cenário de instabilidade? Como viver em instabilidade? Vivemos uma Sociedade Líquida. A ideia de liquidez foi traduzida por Bauman que escolheu o termo “líquido” como metáfora para ilustrar o estado dessas mudanças: facilmente adaptáveis, fáceis de serem moldadas e capazes de manter suas propriedades originais.

Me Explique aí o que são Organizações Rizomáticas!

A conectividade de hoje nos permite visualizar as estruturas sociais e organizacionais como redes. Redes nas quais diversos atores interagem se conectando através de nós para compartilhar informações. Há um uma estrutura em forma de rede - e um fluxo. Esta metáfora se aplica tanto às organizações na sua interlocução com outras, nas redes sociais que conectam indivíduos com interesses comuns, nas comunidades quando nos damos conta que outras pessoas conhecem pessoas que conhecemos por outras histórias... Mas me explique aí o que são organizações rizomáticas? Visualizar as organizações como rizomáticas é um novo passo na tentativa de compreender os arranjos organizacionais. O atributo rizomáti

#MasterChefBR: Paixão x Requinte

A grande final da quarta edição do MasterChef amadores, ontem, foi bem emocionante! As finalistas eram Deborah Werneck e Michele Crispim. Ambas, sem dúvida nenhuma, merecedoras de chegar até essa etapa da competição pela competência nas técnicas culinárias. Porém, perfis de pessoas completamente diferentes: Deborah: carioca, 30 anos, moradora da cidade de São Paulo, formada em Administração e atuando como assessora de investimentos. Sonhava em usar seu conhecimento para abrir seu próprio negócio na área de gastronomia. Desinibida, descontraída e, por vezes, arrogante, mostrou-se segura por toda a competição. Seu menu para competir a final traduziu sua personalidade. Vieras, lagostim, folhado

Biocombustíveis de Algas - Como a Ciência acerta Errando.

Os biocombustíveis modernos foram alardeados como uma alternativa mais ecológica à gasolina e ao diesel desde o início dos anos 1900. Parece uma boa ideia no papel, e eles funcionam - mas seu uso e produção não acontecem isolados de problemas. A primeira geração de biocombustíveis - principalmente etanol produzido a partir de culturas de plantas - e a segunda geração, derivadas de fluxos de resíduos de plantas e animais, tiveram ecologistas e outros cientistas preocupados com a concorrência por terras e nutrientes entre produção de biocombustíveis e produção de alimentos. Foi com muita esperança e marketing intenso que a produção da terceira geração de biocombustíveis foi iniciada. Ao contrá

UMA NOTA SOBRE AS REFORMAS: UM PASSO PEQUENO NA DIREÇÃO CERTA É MELHOR QUE FICAR PARADO.

Alguns amigos me dizem que defender a TLP é um erro pois o correto seria defender o fim do BNDES, outros dizem que tentar facilitar a captação e uso de recursos próprios pelas universidades federais é um erro e que o correto seria defender a privatização destas universidades. O padrão segue em vários outros temas, há quem diga que não devemos resistir a criação ou aumento de impostos porque “imposto é roubo” e o certo seria acabar com os impostos, também há quem diga que não devemos reformar a previdência e sim extinguir o que seria um sistema de pirâmide. Eu poderia seguir com mais exemplos, mas creio que o leitor já pegou meu ponto. Não é que eu discorde dos amigos que dizem isso, em algun

Jota Marincek

Conheça Jota Marincek, Proprietário, Venturas Viagens e Turismo Ltda, nosso novo Argonauta! #Jota

Gastronomia no Palácio: Do interior de São Paulo para o Planalto Central

Ser chef de cozinha foi um sonho difícil de realizar, mas, trabalhar no Palácio Itamaraty foi super desafiador. Considerado a sala de visitas do país, o Palácio do Itamaraty encanta e impressiona pela imponência das quatro fachadas, pelas emblemáticas obras de arte e pelos jardins exuberantes. Localizado no epicentro do Plano Piloto, o prédio mostra em suas formas todos os conceitos da arquitetura contemporânea. O nome Itamaraty vem de sua antiga sede, na ex-capital da República (Rio de Janeiro), um refinado casarão neoclássico originalmente pertencente a Francisco José da Rocha Leão, Conde de Itamarati. Itá, em tupi, significa “pedra”; mara vem do tupi pará, que significa “mar” e ti signifi

Cidadania, onde foi parar?

Um dos valores que está diretamente ligado a tudo que a coluna tem tratado nas últimas semanas é de ser cidadão e exercer a cidadania. A origem da palavra cidadania vem do latim civitas, que quer dizer cidade. Juridicamente, cidadão é o indivíduo no gozo dos direitos civis e políticos de um Estado. Em um conceito mais amplo, cidadania quer dizer a qualidade de ser cidadão e consequentemente sujeito a direitos e deveres. A história do desenvolvimento da cidadania está relacionada a quatro tipos de direito; os direitos civis, políticos, sociais e humanos. A cidadania deixou de ser simplesmente o direito de votar e ser votado, mas um conceito mais amplo de reivindicar educação e saúde de qualid

Com o Chile em Primeiro, Brasil está fora da Zona de Classificação, em Ranking de Inovação.

Chile, Costa Rica e México foram os vencedores na América Latina da Edição 2017 do Global Innovation Index (GII), que ranqueia as economias mundiais por sua capacidade inovativa e mede seus resultados. O relatório GII, lançado na Suíça em junho foi preparado em co-autoria com Cornell University, INSEAD e o World Intellectual Property Organization. A inovação tem sido reconhecida como o motor do crescimento econômico, da prosperidade e do desenvolvimento. O GII pretende fornecer aos países um retrato (snapshot) do seu ecossistema de inovação, ajudando-os a identificar fraquezas e pontos fortes. Na América Latina como em outros lugares, a formulação de políticas efetivas de inovação poderia s

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925