• André Luiz Cordeiro Cavalcanti

Risco e Empreendedorismo, Sempre Juntos!


Quem pretende empreender em 2018, ou expandir, é importante lembrar que é inevitável assumir riscos e conseguir, ao mesmo tempo, manter o crescimento e o desenvolvimento do negócio.

Os empreendedores assumem riscos regularmente, não importa o quão grande ou pequeno eles possam ser. Risco não significa necessariamente que algo dará errado, mas que ao optar por determinada decisão, existe uma possibilidade, calculável, de algo dar errado. Mas é fundamental correr riscos. Se você está interessado em alguns dos motivos mais comuns para encarar riscos no mundo dos negócios modernos, veja abaixo cinco dicas do Instituto Australiano de Negócios.

1. Riscos podem ser calculados

Ao assumir um grande risco, é importante calcular os resultados potenciais e ter planos de contingência. Embora existam histórias de sucesso de empresários que assumiram risco "máximo", não é aconselhável se expor de maneira a colocar o seu negócio completamente abaixo. O general George Patton colocou isso perfeitamente quando disse: "Assuma riscos calculados. Isso é bastante diferente de ser precipitado".

2. Você nunca saberá até você tentar

Para a maioria dos empresários, um risco é um caso de "e se" e é o único meio de desenvolver o empreendimento. Não importa o quão calculado é, nunca haverá certeza de que um risco irá compensar, no entanto, existe apenas uma maneira de descobrir. Você não pode fazer um gol se seu time estiver todo na defesa.

3. O risco ajuda a distinguir entre líderes e seguidores

De um modo geral, os empreendedores assumem riscos, pois permitem distinguir-se de seus concorrentes. No ambiente comercial competitivo que existe hoje, há aqueles que estão dispostos a arriscar-se a se posicionar como líderes, enquanto outros ficam para trás. Se você parar um minuto para pensar no líder que você considera bem sucedido, as chances são de que eles mudaram a maneira como as coisas foram feitas para melhor e se colocaram na linha de frente durante o processo. Isso não significa que todos os líderes assumam grandes riscos regularmente, mas é seguro dizer que todos os líderes assumiram pelo menos um risco em sua carreira, o que os ajudou a alcançar sua posição atual.

4. Sem risco, não há Inovação

A inovação não pode ocorrer a menos que exista um elemento de risco. Quer se trate de um novo produto ou uma mudança nas práticas existentes - estes serão ambos considerados um risco. T.S. Eliot disse: "Somente aqueles que se arriscarão a ir longe demais podem descobrir até onde é possível ir". Ao inovar, o nível de risco pode ser atenuado assegurando que todos os cálculos possíveis tenham sido feitos para avaliar se é a melhor opção para mover para frente.

5. É uma chance de aprender

Sem risco, os empresários não experimentam falhas e, portanto, não aprenderão com seus erros. Claro que também é possível aprender com experiências positivas, no entanto, o fracasso nos ensina uma lição muito poderosa que tende a ficar conosco para a vida. Além disso, assumir riscos nos ensina habilidades importantes, como como calcular contingências, bem como o pensamento estratégico e o planejamento.

O que você acha?

Você consegue pensar em outros motivos para adicionar à lista?

#AndréLuizCordeiroCavalcanti

16 visualizações

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925