• Amanda Rodrigues de Sousa e Dandara Soares Assis

Me explica aí, a Gamificação interfere na cultura das organizações?


Você provavelmente já viu alguém jogar, seja um jogo esportivo, digital ou uma gincana. Quando se trata de jogos em geral, as pessoas se motivam facilmente, só pela sensação de poder competir, ganhar prêmios e reconhecimento. As organizações já perceberam o efeito que os jogos têm sobre os indivíduos e como isso pode ser vantajoso. Por isso, a gamificação ou gamification tem sido uma tendência muito forte atualmente nas empresas.

A gamificação é o uso de características de jogos em um contexto fora dos jogos (Wu,2011). Pode ser aplicada em diversas áreas. Na organização, atribuições como regras, rankings, pontuações e prêmios incentivam a participação ativa dos funcionários. Sua implementação motiva, engaja, integra e impulsiona novas maneiras de garantir a produtividade, além de fornecer um feedback rápido e permitir a mensuração do desempenho.

Mas me explica aí, o que a gamificação tem a ver com a cultura organizacional?

A cultura é uma das partes mais importantes de uma empresa. É o conjunto de todos os valores que os membros de uma organização compartilham, o que a empresa valoriza. É o jeito de ser e fazer as coisas. São os objetivos para qual todos devem estar sempre voltados (Robbins, 2005). São todos os hábitos, processos, atitudes, histórias e crenças da organização. É o modo como ela se relaciona com o ambiente em que está inserida. É o modo como os funcionários enxergam a empresa e como eles agem nela. É um conjunto de todos esses aspectos que são repassados com o tempo e até alterados, conforme a necessidade. Nem sempre é algo formalizado ou tangível. A própria interação social dos funcionários acaba criando características particulares da cultura que não estão escritas em normas e regulamentos. É algo do dia-a-dia das pessoas.

Para que a cultura da organização seja bem consolidada, é importante haver um certo equilíbrio entre o modo como a empresa define sua cultura e o modo como os funcionários a percebem. A gamificação pode ser útil nesse sentido. Se bem implantada, as próprias regras propostas nessa gamificação vão naturalmente reforçar todos os valores que a empresa acredita. Pode fazer com que os funcionários se sintam parte de algo empolgante e diferente, que se sintam reconhecidos e de fato pertencentes à empresa. Mas isso realmente funciona? Seria a gamificação a solução para todos os problemas de gestão de pessoas no que tange o engajamento dos colaboradores?

A gamificação, para funcionar, não deve ser imposta e precisa ser muito bem pensada. Considerar o contexto da organização é fundamental. Talvez nem todos se sintam motivados ao participar de algo do tipo e, com o tempo, as recompensas oferecidas podem não ser suficientes para tornar a atividade atrativa. Afinal, o motivo por trás dos jogos continua o mesmo. Em essência, ainda são metas a cumprir ou resultados a apresentar. O que muda é a maneira de fazê-las. A competição promovida precisa ser justa e saudável para não impactar negativamente o clima, a satisfação dos funcionários, e a própria cultura da organização. Logo, apesar de ser uma opção vantajosa, não se pode dizer que a gamificação é uma solução fácil de se implementar.

Tá Explicado?

Fontes:

ROBBINS, S. P. Comportamento Organizacional. 11.ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

WU, M. Gamification from a Company of Pro Gamers. Lithium Technologies Inc. Disponível em <http://lithosphere.lithium.com/t5/Building-Community-thePlatform/Gamification-from-a-Company-of-Pro-Gamers/ba-p/19258>.2011.

FORMANSKI, F. N. Aplicabilidade da gamificação no contexto empresarial. 88 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Centro tecnológico, Florianópolis, Santa Catarina, 2016

Inovação em negócios – Gamificação. Disponível em <https://www.youtube.com/watch?v=PycM2If0A0w&t=8s> Acesso em 28 de Agosto de 2017

7 dicas de gamification que aumentam a produtividade da equipe. Disponível em http://www.promovesolucoes.com/artigo/7-dicas-de-gamification-que-aumentam-a-produtividade-da-equipe> Acesso em 28 de Agosto de 2017

Gamificação: o futuro nas aplicações e processos corporativos. Disponível em: http://ludium.com.br/gamificacao-o-futuro-nas-aplicacoes-e-processos-corporativos/ Acesso em 28 de Agosto de 2017.

Gamification é tendência, mas sofre críticas. Disponível em <http://absolutocom.com/2012/02/09/o-gamification-e-tendencia-mas-sofre-criticas/> Acesso em 28 de Agosto de 2017.

#SiegridGuillaumonDechandt #gamificação #culturaorganizacional

83 visualizações

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925