• André Cavalcanti

IDENTIDADE E PROPÓSITO DE EMPRESAS


As empresas são entidades autônomas de seus sócios ou donos. Por mais que seja difícil entender, saiba que esse é um dos principais fatores de falência: a confusão entre o patrimônio dos sócios e o da empresa. Se as empresas são “indivíduos” autônomos, nada mais natural que esses indivíduos tenham sua própria identidade, que tenha um significado, e que essa identidade represente exatamente o sentido de sua existência, ou seja, o seu propósito.

Comece perguntando: para que a empresa existe? Se a primeira resposta que vem a sua cabeça é: para dar lucro, vc está errado. O Lucro é para empresa como o alimento é para os indivíduos vivos. É o lucro que faz a empresa sobreviver, mas não é esse seu propósito, assim como não é o propósito de ninguém se alimentar (ou não deveria ser).

Suponha um restaurante ou qualquer empresa do ramo de alimentação. Qual seria o propósito dessa empresa, por exemplo. Passou agora por sua cabeça que seria “vender comida”. Mas veja, vender comida é a forma, o meio pelo qual essa empresa pode alcançar seu propósito, mas anda não seria esse. Eu diria que um bom exemplo para um restaurante de comida comum e popular, voltado para refeições no meio do dia, no centro da cidade, um bom propósito seria: proporcionar acesso a refeições saborosas, saldáveis e de baixo custo a pessoas que necessitam se alimentar ao longo de sua jornada de trabalho para que preservem sua qualidade de vida.

E ai, o que muda na empresa quando definimos esse propósito? Simples. Definido esse objetivo, toda sua energia, a gestão de seus processos, a contratação de pessoas e de fornecedores, suas promoções, campanhas de vend

a, absolutamente todo seu modelo de gestão vai ser definido em torno desse objetivo. Veja alguns pontos desse propósito que o tornam diferenciados:

  • Preocupação com o sabor da refeição;

  • Toda gestão de custos da empresa precisará trabalhar com produtos de processos de Baixo custo, sem permitir que o sabor e a qualidade da comida sejam prejudicados;

  • Alimentos leves para que as pessoas possam voltar a trabalhar no turno seguinte;

  • Atendimento rápido, pois o tempo disponível para almoço é pequeno; etc.

Observem que qualquer outro restaurante poderia ter um proposito totalmente diferente, e toda sua gestão seria conduzida nesse sentido.

Veja em nosso exemplo alguns pontos que são fundamentais serem definidos em um proposito. Esses pontos são:

  • Qual o seu produto

  • Qual o diferencial de seu produto

  • Quem são seus clientes

  • Como seus clientes podem se tornar pessoas melhores consumindo seu produto.

Enfim, sua empresa precisa ter clara a definição de sua identidade, de onde ela pretende chegar, conciliando lucro e justiça social; conciliando competição e espiritualidade, conciliando eficiência e bem estar; enfim, como procurar um caminho mais sustentável e um sentido mais profundo sem abandonarem o mercado.

#AndréLuizCordeiroCavalcanti

31 visualizações

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925