• Luiza Alves Borges Galvão Leonardo da Rocha

Perspectivas futuras para Gestão de pessoas e carreiras - Gestão Humanizada


Quando se fala no futuro da área de gestão de pessoas se fala também do futuro da sociedade e como as empresas vão responder às mudanças sociais que têm ocorrido, como internalizar essas mudanças.

Para isso é importante entender que as organizações são as que conseguem com mais facilidade interceptar tais mudanças e responder às elas, tanto no operacional como na cultura organizacional, e então o que se têm falado nas últimas pesquisas de gestão de pessoas?

Uma olhada nos artigos trabalhados no Enangrad e no Enanpad de 2017, mostra que o tema que tem mais crescido é o de Gestão Humanizada com os temas que vão de diversidade nas empresas até acessibilidade e qualidade de vida no trabalho.

Mas então me explique aí o que é Gestão Humanizada?

A administração nasceu numa lógica bem operacional, matemática e econômica, buscando a melhor forma de ganhar lucro economizando tempo e dinheiro, onde o ser humano é visto como racional. E todas essas coisas mensuráveis são de extrema importância para uma empresa, entretanto a subjetividade dentro das organizações foi por muito tempo deixada de lado por essa característica de não ser calculável, e os indivíduos que não são apenas racionais foram ficando exaustos dos processos mecanicistas das empresas.

Daí nasce a gestão humanizada, quando uma empresa vai direcionar suas atividades não somente para o retorno financeiro, mas também para as relações interpessoais e bem-estar no trabalho, desde de acessibilidade a qualidade de vida no trabalho do funcionário e preocupação com o ambiente organizacional.

Como fazer isso na atualidade?

Os passos que são necessários para humanizar uma empresa esta em primeiro ouvir seus funcionários, identificar os problemas que cada um enfrenta e identificar o que a organização pode fazer adotando políticas para atenuar o sofrimento no ambiente de trabalho.

Os temas que têm sido debatidos na atualidade são os mesmos dentro das empresas, estão entre eles: a diversidade dentro das organizações, como a inserção de LGBTs nas empresas e como tornar esse ambiente saudável para esses funcionários; outro tema também é o debate racial e como diminuir a diferença na quantidade de brancos e negros nas empresas, tornar mais igualitário; inclusão e acessibilidade de pessoas com corpos gordos; qualidade de vida e ergonomia; segurança no trabalho; inclusão de pessoas com deficiência, e acessibilidade.

Temas que estão demostrando real preocupação com o bem-estar dos funcionários, especialmente aqueles que além do ambiente de trabalho sofrem discriminação em outras instituições da sociedade, a ideia é que aquele indivíduo se sinta mais acolhido no ambiente organizacional.

A gestão humanizada busca então tornar o ambiente de trabalho mais saudável possível para que o trabalhador se sinta confortável dentro da empresa e possa trazer mais cooperação organizacional, mais comprometimento.

O que tem ajudado nisso é que o foco do trabalhador mudou, antes ele buscava uma empresa para passar a vida toda e hoje em dia ele foca na carreira dele, buscando as melhores condições de trabalho. Os trabalhadores têm percebido seu potencial e sua força o que faz com que a empresa busque melhorar seu ambiente afim de que os indivíduos decidam escolher trabalhar nelas, o que resulta em uma organização mais consciente tanto da parte empresarial como a dos funcionários.

Referências:

VERGARA, Sylvia Constant; BRANCO, Paulo Durval. Empresa humanizada: a organização necessária e possível. Rev. adm. empres., São Paulo , v. 41, n. 2, p. 20-30, June 2001 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902001000200003&lng=en&nrm=iso>. access on 22 Nov. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902001000200003.

FREITAS, Maria Ester de. Contexto social e imaginário organizacional moderno. Rev. adm. empres., São Paulo , v. 40, n. 2, p. 6-15, June 2000 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75902000000200002&lng=en&nrm=iso>. access on 22 Nov. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902000000200002.

http://www.enangrad.org.br/artigos.php

http://www.anpad.org.br/~anpad/eventos.php?cod_evento=1&cod_evento_edicao=89&cod_edicao_subsecao=1453&cod_edicao_divisao_trabalho=334

#SiegridGuillaumonDechandt

330 visualizações

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925