• Camilla Cunha

Gigantes pela própria natureza


Aproveitando a semana da pátria, resolvi conversar um sobre o Movimento Empresa Júnior, cujo lema é “Ser Júnior no Brasil é ser gigante pela própria natureza”.

Parece que foi ontem quando conheci o Movimento Empresa Júnior, carinhosamente chamado de MEJ. O meu primeiro contato foi no primeiro semestre da graduação e o amor foi à primeira vista. Desde 2001 venho trabalhando com empresas juniores, inicialmente como membro-fundadora, depois como voluntária e hoje como professora orientadora. Vou contar um pouco dessa experiência para vocês.

Para começar é importante conhecer a essência do Movimento Empresa Júnior. De acordo com a Brasil Júnior (2017), o MEJ tem como propósito a busca por um Brasil Empreendedor. O compromisso é formar, por meio da vivência empresarial, empreendedores comprometidos e capazes de transformar o Brasil. Mas como isso acontece?

O MEJ atua em várias frentes, incluindo as consultorias, comunidade pós-júnior, eventos, programas, selos, além de outras iniciativas que vamos conhecer nas colunas sobre esse tema.

O movimento surgiu na França em 1967 e veio para o Brasil em 1988. Desde então o movimento tem crescido e esforços são empreendidos em prol da transformação do nosso país.

As empresas juniores de cada estado estão organizadas em Federações, com o objetivo de unir esforços, empreender ações conjuntas, trocar experiências, enfim fortalecer o movimento. Além disso, existe a Brasil Júnior – a Confederação Brasileira de Empresas Juniores – que é a instância que representa as empresas juniores brasileiras. Atualmente o Brasil possui 444 empresas juniores, em vários estados do Brasil e conta com mais de 15 mil empresários juniores empreendendo mais 4800 projetos, conforme mostra a figura abaixo:

As Empresas Juniores estão presentes nas maiores universidades do Brasil e, com isso, aproveitam as vantagens do ambiente universitário, incluindo ações ligadas ao ensino, pesquisa e extensão. Nesse ambiente é possível ter contato com as principais tendências da área, incluindo tecnologia, inovação, além de apoio na infraestrutura, bibliografias e corpo docente para orientação das atividades. Os professores orientadores são referências em suas áreas, com experiência de mercado e disponibilidade para colaborar, orientar e, principalmente facilitar o desenvolvimento dos projetos empreendidos pelos estudantes.

O envolvimento com as atividades dentro da EJ proporciona ao estudante oportunidades únicas de aprendizado, seja no desenvolvimento de projetos específicos, seja na gestão empresarial.

Vale destacar que estamos falando de uma empresa real, com CNPJ e todos os bônus e ônus de um empreendimento. Os estudantes precisam cuidar dos aspectos financeiros, contábeis, pessoais, marketing, projetos e demais áreas da empresa. Logo, a gestão empresarial faz parte da realidade das EJ e desafio é realizá-la com excelência.

Além disso, são empreendidos projetos específicos ligados à área da graduação, por exemplo, administração, relações internacionais, psicologia, letras, engenharias e várias outras. Os estudantes oferecem seus serviços a partir dos conhecimentos adquiridos na universidade. Um dos grandes diferenciais é que, por serem organizações sem fins-lucrativos, conseguem ofertar serviços de qualidade a um baixo custo, tornando as consultorias acessíveis para micro e pequenas empresas.

A vivência no MEJ estimula o desenvolvimento da cultura empreendedora, reforçando aspectos como a capacidade criativa, elevado senso de responsabilidade e compromisso, capacidade de resolver problemas, autonomia, foco no resultado, enfim trata-se de uma excelente oportunidade de desenvolver competências e habilidades. Um lema muito utilizado pelo MEJ: “indivíduos que querem fazer, sabem fazer e fazem”. Ao analisar pode-se notar características como garra, vontade, atitude e excelência. Realmente é um assunto envolvente e instigante, principalmente pela sua essência e impacto.

Nas próximas colunas vamos continuar conhecendo sobre o MEJ, incluindo os impactos da regulamentação, desafios, oportunidades e outros temas interessantes. Até lá!

#CamillaSara #empresasjuniores #empreendedorismo

0 visualização

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925