CREOMAR LIMA CARVALHO DE SOUZA

Atualmente é Professor Universitário e Assessor de Relações Institucionais na Universidade Católica de Brasília.

 

É doutorando no Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília.

 

Foi pesquisador do IPEA (2011) no Programa Nacional de Desenvolvimento, trabalhando em projeto de Pesquisa "Relações Brasil - África".

 

Atuou no CNPq Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, nos processos de controle e verificação dos recursos utilizados por bolsistas de mestrado e doutorado no país.

 

Tem como objetos de interesse e análise temas relevantes da política brasileira e dos Estados Unidos, com ênfase nos processos de tomada de decisão (Democracia, Grupos de Pressão e Lobby).

 

Foi bolsista do Departamento de Estado do Governo dos Estados Unidos e Visiting Faculty na University of Florida (2009) e observador internacional convidado pela Embaixada dos Estados Unidos do Brasil para acompanhar as eleições presidenciais de 2016.

 

Presta análises de conjuntura frequentemente para Estações de Rádio, TV, Jornais, Embaixadas e Empresas situadas no Brasil e no Exterior.

    Últimas Postagens     

Em um passado recente, notadamente na primeira década dos anos 2000, os processos eleitorais brasileiros foram marcados por uma certa previsibilidade. De fato, desde 2002, ressalvada a eleição de 2014, as eleições foram marcadas por dois componentes: a centralização do debate em torno de dois candidatos e uma certa convergência de percepções em termos de agenda política. Isto quer dizer que os recursos políticos e financeiros...

Em um passado recente, notadamente na primeira década dos anos 2000, os processos eleitorais brasileiros foram marcados por uma certa previsibilidade. De fato, desde 2002, ressalvada a eleição de 2014, as eleições foram marcadas por dois componentes: a centralização do debate em torno de dois candidatos e uma certa convergência de percepções em termos de agenda política. Isto quer dizer que os recursos políticos e financeiros...

Há variadas concepções sobre as origens da crise política brasileira. Porém, existe uma aparente lacuna no debate acerca de quais são os elementos de longo prazo que levaram a sociedade brasileira à atual situação. Neste sentido, este breve escrito tem como objetivo tentar entender uma questão fundamental: como uma percepção infantilizada de cidadania erodiu os elementos consensuais da sociedade nacional?

Primeiramente, é impor...

O 11 de setembro de 2001 é certamente um marcador fundamental para a história política do ocidente. O ataque suicida perpetrado por um grupo de militantes políticos contra as torres gêmeas do World Trade Center em Nova Iorque, moveram os olhares sobre o sistema internacional. Em um par de dias o mundo abandonou uma perspectiva triunfalista que tinha o ocidente como farol moral da humanidade para uma tensão latente entre formas...

A reflexão acerca do que venha a ser uma democracia de fato, gira em torno de uma premissa fundamental: “democracia é um regime político onde o poder emana do povo, pelo povo e para o povo”. Sem a pretensão de incorrer em qualquer tipo de ação que vise plágio ou furto de propriedade intelectual alheia, passando por Lincoln, girando JFK ou até mesmo recorrendo ao bom e velho Dr. Ulysses Guimaraes - em sua fala emocionada quando...

Please reload

Veja, escute, leia, pense, faça...

ARGONAUTAS

2017

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
contato@argt.com.br
61 99853-4925